sábado, 27 de março de 2010

Eu dou a cara


A comunicação “on line” está na ordem do dia.
Qualquer de nós é protagonista diário de uma saga que tem a ver com rotinas diárias que passam pela utilização da www, nos seus múltiplos aspectos:
- motores de busca para recolha de informação;
- correio electrónico para difusão de mensagens;
- redes sociais como o Facebook, para convívio e partilha de informação.
Hoje os eventos são eventos à escala planetária, cuja divulgação se processa à velocidade de um click.
Somos cidadãos do Mundo e neste ano de 2010, em que se comemora o Centenário da I República Portuguesa, quer queiramos ou não, somos os herdeiros lusitanos da Revolução Francesa, arauta dos valores da Liberdade, da Igualdade e da Fraternidade entre os homens.
Pesem embora alguns desvios de percurso, aqueles são valores que permanecem actuais e que urge honrar e revitalizar, porque os grandes valores são eternos. Têm a dimensão do Homem e/ou de Deus. A opção fica ao critério de cada um, porque é isso que é ser um Homem Livre.
Hoje não podemos estar de costas viradas uns para os outros.
A Liberdade exige Responsabilidade e não pode ser Anarquia em nome do combate à Tirania.
A Cidadania exige que cada um de nós dê a cara e se assuma de corpo inteiro, não se refugiando no anonimato ou o que é pior do que isso, não se mascarando cobardemente atrás de um pseudónimo, que muitas das vezes não é mais que o auto-reconhecimento da incapacidade de ser um Homem Livre.
Hoje, comunicar é importante. Tão importante como respirar ou comer. É igualmente um acto que deve ser assumido de uma forma ética. Hoje, não é admissível que ninguém, em nome de nenhuns pseudo-valores, tente rebaixar os outros, para se elevar a si próprio. Hoje e muito bem, fala-se em Ética da Comunicação.
Hoje, que somos Homens Livres, devemos ter respeito pela Dimensão dos Outros, bem como respeito pela Propriedade e entre ela a Propriedade Intelectual. Um acto de comunicação na www, não pode ser um mero acto de corte e colagem. São atitudes que devem ser reprovadas pela Comunidade. A Elevação do Homem é fruto necessariamente do Trabalho e do Aperfeiçoamento, mas nunca da facilidade, nem do facilitismo.
São estes alguns dos valores em que acredito. Por eles dou a cara neste blog, no qual, como diria Ives Montand, serei “compagnon de route” de amigos que não pensam como eu, mas que eu respeito na sua Individualidade, porque como Homens de Corpo Inteiro, dão a Cara, na defesa dos Ideais em que acreditam. Posso discordar deles, mas respeito-os.
Essa a Postura que será sempre a minha, neste blog de Homens de Corpo Inteiro, que aqui resolveram partilhar o seu amor a Estremoz.

Hernâni Matos
(Também publicado em Estremoz Net)