quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Homem de Paixões


 António J. B. Ramalho. Economista. Professor. Ex-vereador da CME.

O Hernâni é um homem de paixões. As primeiras que lhe conheci foram a Maximafilia e a Filatelia. Depois, um pouco mais tarde, percebi que também na Ciência era um homem rigoroso… para ele a regra geral (e simplificada) do arredondamento era redutora para quem não brinca com números, logo, fiquei a saber que se 0,125 + 0,875 somam 1 (um), então também o arredondamento às centésimas desses números tem de somar 1 (0,12+0,88=1; enquanto 0,88+0,13 já soma 1,01). Este rigor estava também associado a uma certa ansiedade. Dou um exemplo, não vi em mais nenhum colega professor a intenção (que não sei se algum dia concretizou) de trazer os sumários escritos de casa numa etiqueta autocolante, para disponibilizar mais tempo para aquilo que verdadeiramente importava: Ensinar! Foram ainda as paixões que lhe possibilitaram uma transição (mais) pacífica entre a vida ativa e a aposentadoria. Ou seja, outras havia que, provavelmente, já germinavam na sua cabeça mas que, para quem está de fora, apenas nesse momento se tornaram evidentes. Refiro-me à pesquisa histórica, ao arrolamento e inventariação das tradições das suas gentes, da sua cultura, sem nunca esquecer os poetas (tanto eruditos como populares) e outros vultos da Cultura que nasceram ou viveram naquela que é a sua cidade: Estremoz!       

António J. B. Ramalho
Estremoz, 5 de Fevereiro de 2021

Hernâni Matos

Sem comentários:

Publicar um comentário