segunda-feira, 12 de Novembro de 2012

Medalhas de barro de Estremoz

Marca de fabrico Tipo 1 - Legenda “OLARIA ALFACINHA / ESTREMOZ“,
inscrita numa coroa circular de 2,3 cm e 1,4 cm de diâmetro,
com a palavra “PORTUGAL”, ao centro.

A barrística de Estremoz abarca um vasto domínio a suscitar pesquisa, o qual transvaza amplamente o mero âmbito do vasilhame de barro e dos bonecos de Estremoz. Engloba também, entre outros, o sector das medalhas de barro vermelho, mandadas fabricar a pedido de entidades como a Câmara Municipal de Estremoz, a Comissão Organizadora da Feira-Exposição de Maio ou a Comissão Organizadora das Festas à Exaltação da Santa Cruz.
Trata-se de medalhas de carácter comemorativo, associadas a eventos locais, fabricadas por recurso a moldes de gesso e submetidas posteriormente a cozedura.
O estudo destas medalhas é do âmbito da Medalhística, um ramo da Numismática e foi aqui apresentado por ordem da suposta cronologia dos espécimes conhecidos.
Das duas últimas olarias de Estremoz, a Olaria Alfacinha e a Olaria Regional, apenas conhecemos medalhas fabricadas na primeira.
O estudo aqui apresentado é necessariamente incompleto, já que incide apenas no diminuto universo de 10 medalhas que integram a nossa colecção. Todavia, nelas foi possível identificar três marcas de fabrico:
- Tipo 1 - Legenda “OLARIA ALFACINHA / ESTREMOZ“, inscrita numa coroa circular de 2,3 cm e 1,4 cm de diâmetro, com a palavra “PORTUGAL”, ao centro.
- Tipo 2 – Leganda “OLARIA ALFACINHA / ESTREMOZ“, inscrita numa coroa circular de 2,5 cm e 1,7 cm de diâmetro, com a palavra “PORTUGAL”, ao centro.
- Tipo 3 – Legenda “OLARIA ALFACINHA / ESTREMOZ / PORTUGAL “ distribuída por três linhas e ocupando uma superfície de 1,2 cm x 3 cm.
Os resultados do nosso estudo são aqui expostos como legendas das imagens apresentadas. Desde já ficamos muito gratos a todos aqueles que nos puderem dar conhecimento doutras medalhas existentes, que as há. Desde já o nosso muito obrigado.


Marca de fabrico Tipo 2 -  Leganda “OLARIA ALFACINHA / ESTREMOZ“,
inscrita numa coroa circular de 2,5 cm e  1,7 cm de diâmetro,
com a palavra “PORTUGAL”, ao centro.
Marca de fabrico Tipo 3 - Legenda “OLARIA ALFACINHA / ESTREMOZ / PORTUGAL“
distribuída por três linhas e ocupando uma superfície de 1, 2 cm x 3 cm. 
Medalha de barro vermelho, com legenda em alto-relevo “1927 NOTAVEL  VILA DE
ESTREMOZ”.  Módulo: 3,5 cm; Peso: 8 g, incluindo gancho e fita com que era fornecida.
Repare-se que a fita é verde, que é a cor municipal. Fabrico da Olaria Alfacinha. Ausência
de qualquer marca de fabrico no verso da medalha. Observe-se que apesar da legenda,
no ano de 1927 Estremoz já era cidade, uma vez que foi elevada a essa categoria 31
de Agosto de 1926, em virtude do decreto-lei nº 12.227, iniciativa do Engº Agrónomo
Santos Garcia, representante do distrito de Évora, no Senado. Recorde-se que a Ditadura
Militar que abriria as portas ao Estado Novo foi implantada a 28 de Maio de 1926 e viria
a demitir a Comissão Executiva da Câmara Municipal de Estremoz, presidida pelo Dr. José
Lourenço Marques Crespo (1872-1955), a 13 de Julho de 1926. Mas foi graças à iniciativa
do Dr. Marques Crespo, que a “Notável Vila de Estremoz”, ascendeu à categoria de cidade. 
Medalha de barro vermelho, oblonga, com o brasão de armas da cidade, encimado
pela coroa real e tendo por baixo a legenda em alto-relevo “FESTAS 1929 ESTREMOZ”.
Dimensões: 6,3 cm x 4,2 cm, Peso: 13 g. Fabrico da Olaria Alfacinha. Ausência de
qualquer marca de fabrico no verso da medalha.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com o brasão de armas da cidade, encimado
pela coroa real e tendo por baixo a legenda em alto-relevo “FESTAS EM ESTREMOZ”.
Dimensões: 6,3 cm x 4,2 cm, Peso: 13 g. Fabrico da Olaria Alfacinha. Ausência de
 qualquer marca de fabrico no verso da medalha.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com o brasão de armas da cidade, encimado
pela coroa real e tendo por baixo a legenda em alto-relevo “ESTREMOZ”. Dimensões: 
6,7 cm x 5 cm; Peso: 26 g. Fabrico da Olaria Alfacinha. No verso da medalha,
marca  de fabrico da Olaria Alfacinha, do tipo 1.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com o brasão de armas da cidade, encimado
pela coroa real e tendo por baixo a legenda em baixo-relevo “ESTREMOZ”. Dimensões:
6,3 cm x 4,2 cm, Peso: 13 g. Fabrico da Olaria Alfacinha. No verso da medalha,
marca de fabrico da Olaria Alfacinha, do tipo 2.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com o brasão de armas da cidade, encimado
pela data de 1933 e tendo por baixo a legenda em alto-relevo “FESTAS EM ESTREMOZ”.
 Dimensões: 6,3 cm x 4,2 cm; Peso: 15 g. Fabrico da Olaria Alfacinha. No verso da medalha,
 marca de fabrico da Olaria Alfacinha, do tipo 2.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com o brasão de armas da cidade, ladeado por duas
espigas e tendo por fundo uma roda dentada com a legenda em alto-relevo “ESTREMOZ
1955”. 7 cm x 6 cm; Peso: 20 g. Fabrico da Olaria Alfacinha. Ausência de qualquer marca
no verso da medalha. Observe-se que 1955 foi o ano da 3ª Exposição Agro-Pecuária de
Estremoz, organizada conjuntamente pelo Grémio da Lavoura e pela Câmara Municipal
de Estremoz.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com a legenda em alto-relevo  “FESTAS DA EXALTAÇÃO
DA SANTA CRUZ EM ESTREMOZ 1963”. Dimensões: 6,3 cm x 4,2 cm, Peso: 21 g. Fabrico da
Olaria Alfacinha. No verso da medalha, marca de fabrico da Olaria Alfacinha, do tipo 3.
Medalha de barro vermelho, oblonga, com a legenda em alto-relevo “FESTAS DA EXALTAÇÃO
DA SANTA CRUZ EM ESTREMOZ 1964”. Dimensões: 6,6 cm x 5,9 cm; Peso: 18 g. Fabrico da
Olaria Alfacinha. No verso da medalha, marca de fabrico da Olaria Alfacinha, do tipo 1.
Medalha de barro vermelho, circular, com a legenda em alto-relevo “FESTAS EM ESTREMOZ 1964”, emoldurada com uma grinalda de ramos de sobreiro. Módulo: 6,5 cm;  Peso: 20 g. Fabrico da
Olaria Alfacinha. No verso da medalha, marca de  fabrico da Olaria Alfacinha, do tipo 1.

Sem comentários:

Enviar um comentário