terça-feira, 20 de agosto de 2013

Dia de aniversário

Eu e a Fátima, minha mulher.

O relógio da vida aumenta-nos a idade e todos nós, enquanto vivos, vamos ficando continuamente mais velhos. Todavia, anualmente há um dia, em que duma forma oficial, isso acontece. É o chamado “dia de aniversário”. Ontem coube-me a mim, dar um novo salto. Desta feita, dos 66 para os 67 anos, já que sou da colheita de 1946. 
Para assinalar a efeméride, fui almoçar com a minha mulher e a minha filha à “Taberna do Adro” em Vila Fernando, a caminho de Elvas.
Trata-se dum excelente restaurante com cozinha tradicional alentejana, decorado com múltiplos ícones materiais da nossa identidade cultural, com especial destaque para a loiça vidrada da Vila de Redondo.
Ambiente acolhedor e atendimento simpático.
Sentimo-nos bem por dentro e por fora.
Iremos voltar, assim que se proporcionar.
Recomendamos vivamente a “Taberna do Adro” a todos os nossos amigos.


 Eu e a Catarina, minha filha. 
 Eu, frente a uma típica casa alentejana do povoado.