segunda-feira, 7 de maio de 2018

As Missões Laicas Republicanas e os Equívocos Missionários e Históricos da Igreja Católica



Este é o título da mais recente obra do Académico Honorário Pedro Marçal Vaz Pereira, a lançar pelas dezassete horas e trinta minutos da próxima quarta-feira, dia 16 de Maio, na Sala do Actos da Academia Portuguesa de História, na Alameda das Linhas de Torres, 198-200, em Lisboa. A obra será apresentada pelo Professor Doutor António Ventura, Professor Catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa e Académico de Número da Academia Portuguesa da História.
A obra, com extensa bibliografia a servir de suporte documental, é constituída por um volume de capa mole, 17 cm x 20 cm, de 344 páginas. A edição é do autor e tem o preço de lançamento de 15 euros, sendo posteriormente comercializada em Lisboa nas Livrarias Barata e Sinfonia (Avenida de Roma) e Pó dos Livros (Avenida Duque de Ávila).
O autor
O autor, filatelista eminente, escritor e jornalista filatélico, subscreve vasta colaboração em revistas e catálogos de exposições filatélicas, tanto em Portugal como no estrangeiro. É Presidente da Federação Portuguesa de Filatelia (FPF) e foi Presidente da Federação Europeia de Sociedades Filatélicas (FEPA), assim como director das respectivas revistas “Filatelia Lusitana” e “FEPA News”.
Em 2005 publicou a obra em 2 volumes “Os Correios Portugueses entre 1853-1900. Carimbos Nominativos e Dados Postais e Etimológicos”, editado pela Fundação Albertino Figueiredo, de Madrid. Esta obra veio a ser complementada com um “Suplemento I”, editado em 2013. Neste mesmo ano, o autor publicou “As Missões Laicas em África na 1ª República em Portugal” (2 volumes), que foi distinguida com o Prémio Fundação Calouste Gulbenkian,História Moderna e Contemporânea de Portugal, atribuído pela Academia Portuguesa da História. Em 2015 publicou “O Teatro numa aldeia da Beira - Cernache do Bonjardim", editado pelo Clube Bonjardim.
A obra
No preâmbulo diz-nos o autor: “Em Maio de 2013 foi publicado um livro sobre as Missões Laicas, em 2 volumes, com o título "As Missões Laicas em África Durante a Iª República", de autoria de quem hoje escreve este trabalho. Nesse livro era narrada a verdadeira história das Missões Laicas, baseada em documentos da época, e que comprovavam como a Igreja Católica e os seus historiadores, tinham sempre deturpado historicamente a gran­de organização, que foram efectivamente as Missões Laicas na 1a República.
Esta falta de rigor histórico, tendencioso e lesivo da verdade histórica, professado por estas pessoas ligadas à Igreja Católica, conduziu durante muitos anos, a uma imagem completamente distorcida e falhada, das Missões Laicas, quando assim não foi.” E acrescenta: “Organizaram-se então as hostes da Igreja, contra este meu trabalho sobre as Missões Laicas. Levaram então a cabo um conjunto de iniciativas de completa intolerância, que pensavam rectificativas da afronta para a sua ver­dade, que eles tinham contado, durante tantos anos, sobre as Mis­sões Laicas Republicanas, e que afinal de verdade histórica, tinha bem pouco. Tentaram emendar a mão, com textos absolutamente lamentáveis, bem ao estilo destes terrenos fundamentalistas, que têm na Igreja a sua grande obsessão, e no seu deus o único, a quem respondem, e a quem querem, que todos respondam!!”
Em seguida, dá-nos conta de que: “Foi então publicado um livro, de autoria de Amadeu Gomes de Araújo, ex-padre ordenado no Seminário de Cernache do Bon­jardim e membro do grupo do Sr. Padre Manuel Castro Afonso, sendo este dedicado às Missões Laicas Republicanas, com o título Um Erro de Afonso Costa - As Missões Laicas Republicanas (1913-1926). Este é um trabalho de puro exercício primário e básico, de anti republicanismo beato.” O preâmbulo continua e através dele ficamos a perceber que neste seu novo livro, Pedro Vaz Pereira procura repor a verdade dos factos.


Pedro Marçal Vaz Pereira, o autor.