sexta-feira, 24 de maio de 2024

Poesia Portuguesa - 201




Hino do Homem
Armindo Rodrigues (1904-1993)

Homem, se homem queres ser
E não uma sombra triste,
Olha para tudo o que existe
Com olhos de bem ver.

Nada,
Nada receies saber.
Ao que não amas, resiste.

Mesmo vencido, persiste
E acabarás,
E acabarás por vencer.

Quere,
Quere e poderás poder.
Vai por onde decidiste.

A liberdade consiste
No que a razão
No que a razão
No que a razão te impuser.

rmindo Rodrigues (1904-1993)

Sem comentários:

Enviar um comentário