quarta-feira, 3 de maio de 2017

Museu Municipal de Estremoz - Exposição de Sílvia Lézico



De 15 de Abril a 11 de Junho de 2017, na sala de exposições temporárias do Museu Municipal de Estremoz, estará patente ao público a Exposição “Quem tem vagar, faz colheres: Arte Pastoril, Ilustração e Design” de Sílvia Lézico.
No certame estão expostas cerca de 20 peças de autor, inspiradas na arte pastoril, conceito que convém explicitar.
Em tempos não muito longínquos, o dia-a-dia do pastor alentejano decorria ao ar livre, no meio de permanente e incomensurável solidão. Daí que ocupasse o tempo que lhe sobrava da guarda do rebanho, criando artefactos conhecidos genericamente por “arte pastoril”, os quais eram confeccionados com os materiais correntes na região: cortiça, corno, cana, bunho e madeira. A multiplicidade de trabalhos executados incluía as colheres, o que está na origem do adágio “Quem não tem que fazer, faz colheres” ou da variante “Quem tem vagar, faz colheres”, que deu o título à exposição.
Sílvia Lézico, designer e ilustradora, desde 2012 que tem desenvolvido um trabalho que passa pelo cruzamento do design e da ilustração com a arte pastoril. É esse trabalho que vem agora a público, o que tem desde logo duas consequências importantes. Por um lado, reacende e resgata tradições ancestrais, olvidadas pela malha do tempo e com isso valoriza a cultura popular e a identidade cultural alentejana. Por outro lado, reinventa objectos que desencadeiam eles próprios a sua própria memória futura.

Hernâni Matos

As fotografias seguintes foram recolhidas do Facebook do Município de Estremoz