domingo, 4 de outubro de 2015

Poesia Portuguesa - 008



Minha senhora de mim
Maria Teresa Horta (1937-  )

Comigo me desavim
minha senhora
de mim

sem ser dor ou ser cansaço
nem o corpo que disfarço

Comigo me desavim
minha senhora
de mim

nunca dizendo comigo
o amigo nos meus braços

Comigo me desavim
minha senhora
de mim

recusando o que é desfeito
no interior do meu peito
  
Maria Teresa Horta (1937-  )