quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Ontem foi dia de aniversário

Eu e a Fátima, minha mulher, com a nossa filha Catarina e o Pedro, seu companheiro.
Restaurante "Mercearia Gadanha", em Estremoz. Um restaurante de cinco estrelas.

A vida é a parte visível de uma caminhada sem fim. Dela dimanam diversificadas marcas indeléveis na inescapável e efémera passagem por aqui:
- Os registos de memória daqueles que connosco conviveram desde os tempos de bibe e de pião e que nas mais variadas circunstâncias, connosco partilharam sentimentos, emoções, paixões, quereres e projectos de vida.
- O magistério professoral, a acção cívica, a militância cultural, a actividade literária, o jornalismo, a blogosfera e as redes sociais.
Ontem foi dia de aniversário, no decurso do qual sentimos o gratificante carinho de familiares e de amigos.
Festejar um aniversário é entoar um hino à vida. Sabem porquê? É que viver é preciso, porque há muito ainda por fazer.