terça-feira, 29 de outubro de 2013

Falta de tempo

O Tempo salvando a Verdade da Falsidade e da Inveja (1737).
François Lemoyne (1688-1737).
Óleo sobre tela (149x114 cm).
Wallace Collection, London.

Não me faltam as palavras, nem os assuntos, nem a motivação, nem a força que me vem de baixo, da Terra-Mãe. Apenas me falta o tempo para falar de tudo aquilo que sinto ter o dever de falar. Terei pois que, sabiamente, definir prioridades, pensando não só em mim, mas sobretudo nos outros, uma vez que “O tempo não é elástico.”.