domingo, 5 de maio de 2013

Alquimia (Ao Armando Alves)



Alquimia

Ao Armando Alves

A incisão do olhar
na geometria do gesto,
reflexo antropomórfico
do povo que habita em ti

A surpresa do espaço
na forma incontida,
partilhar de alma
que nos enfeitiça

Paleta de cores
que é suor de vida,
paisagem inventada
que de ti floresce

Horizontes vastos
que nos conquistam
na generosidade
da sua partilha

Odores, sons, sabores,
sinestesia telúrica
que nos arrebata
e nos conquista

Obrigado, Armando
por tudo isto,
e por tudo aquilo
que não sei dizer


Estremoz, 3 de Maio de 2013