domingo, 3 de março de 2013

Que se lixe a troika!


O colectivo “Que se lixe a Troika: O povo é quem mais ordena”, convocou manifestações de desagrado com o actual governo e com a troika, que decorreram ontem, sábado, dia 2 de Março, um pouco por todo o país e em algumas cidades além-fronteiras, num total de 40: Angra do Heroísmo, Aveiro, Barcelona, Barcelos, Barreiro, Beja, Boston, Braga, Budapeste, Caldas da Rainha, Castelo Branco, Castro Verde, Chaves, Coimbra, Covilhã, Entroncamento, Estocolmo, Évora, Faro, Guarda, Horta, Leiria, Lisboa, Londres, Loulé, Madrid, Marinha Grande, Ponta Delgada, Ponte de Sor, Portalegre, Portimão, Porto, Santarém, Setúbal, Sines, Tomar, Torres Novas, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.
Segundo a organização das manifestações, mais de um milhão e meio de pessoas em todo o país exigiu a demissão do governo do PSD/CDS-PP, sendo a adesão superior à das manifestações de 15 de Setembro.
O colectivo “Que se lixe a Troika: O povo é quem mais ordena”, garante ser apartidário, independente e pacífico. Quer uma alternativa à política de austeridade do Governo, associada ao memorando da Troika e confia na capacidade dos portugueses de participar na construção de um futuro melhor, se forem chamados a fazê-lo.
A mobilização popular para a jornada de luta foi efectuada através das redes sociais e com recurso a cartazes, dos quais apresentamos aqui uma selecção.