quinta-feira, 8 de setembro de 2011

A criação na gíria popular

Ilustração de Alfredo Roque Gameiro (1864 - 1935)
para “As Pupilas do Senhor Reitor”,
de Júlio Diniz (1839-1871).

Na sequência da nossa pesquisa em catorze fontes bibliográficas distintas, citadas na bibliografia, reunimos a presente colectânea de “dizeres” sobre a criação, a qual sistematizámos em oito grupos distintos:

- FRANGO/FRANGA
- GALINHA
- GALO
- GANSO/GANSA
- OVOS
- PATO/PATA
- PERU/PERUA
- PINTO

A extensão desta colectânea é mais uma vez um índice seguro da riqueza da nossa tradição oral.

FRANGO/FRANGA
- Comer o peito da franga com molho pardo = Alcançar a vitória [10]
- Franga = Menina quando começa a desenvolver-se e a tomar formas de mulher [11]
- Franga = Mentira = Pantominice [11]
- Franga = Mulher ainda jovem e muito bela [9]
- Franga = Pita [9]
- Frangaínha = Menina = Rapariguinha [5]
- Frangaiola Mulher moça; rapariga (Turquel) [5]
- Frangalho = Farrapo [5]
- Frangalhona = Mulher desmazelada, que anda com vestidos rotos [5]
- Frangalhoteiro = Indivíduo que é doido por mulheres [5]
- Franganada = Grupo de rapazes e raparigas [2]
- Franganote = Rapazola adolescente e já dando ares de adulto e conquistador [8]
- Franganote = Rapazola imberbe [1]
- Frangão = O frango já maior e capadouro [3]
- Frango = Defesa fácil que o guarda-redes falha [8]
- Frango romanisco = Frango que tem crista muito rebicada e chata [11]
- Frangolho = Trigo mal partido ou mal pisado que se coze em papas [11]
- Frangueiro = Guarda-redes que comete repetidos erros [11]
- Franguelho = Caruma seca (Minho) [11]
- Franguinho = Frangoinho [14]
- Franguinho = Rapaz com pretensão de homem [6]
- Frangulete = Rapazelho com ares de homem (Douro) [11]
- Frangulheiro = Caruma seca (Minho) [11]
- Frangúria = Hérnia = Quebradura [11]
GALINHA
- Andar com galinha = Atravessar um período de azar [10]
- Branco é, galinha o põe = Referência àquilo que é evidente [10]
- Cantar de galinha = Esmorecer = Desanimar [10]
- Comer galinha e arrotar peru = Alardear riqueza, poder ou importância que não se tem [10]
- Contar com o ovo no cu da galinha = Ter como certo aquilo que ainda não é realidade [10]
- Deitar uma galinha = Colocar ovos num ninho para serem incubados por galinha choca [10]
- Deitar-se com as galinhas = Deitar-se muito cedo [10]
- Dormir com as galinhas = Adormecer muito cedo [7]
- Galinha = Azar = Infelicidade [1]
- Galinha = Coisa fácil [11]
- Galinha = Jogo popular [4]
- Galinha = Mulher devassa [5]
- Galinha = Mulher estúpida [11]
- Galinha dos ovos de ouro = Fonte de riqueza de que resultam grandes benefícios [11]
- Galinha gorda por pouco dinheiro = Deve-se desconfiar da oferta [11]
- Galinha metralhada = Galinha guisada, mal partida, parecendo que tinha sido estilhaçada por uma granada (Guerra de 1914-18) [6]
- Galinhaça = Excremento de galinhas [4]
- Galinha-cega = Jogo popular, o mesmo que cabra-cega [4]
- Galinha-choca = Metralhadora pesada alemã usada na Guerra de 1914-18, cujo ruído se assemelhava ao cacarejar duma galinha [6]
- Galinha-choca = Pessoa doente e descorada [4]
- Galinhaço = Mau agouro = Desventura [1]
- Galinhaço = Que é infeliz = Que tem má sorte [6]
- Galinhame = Porção de galinhas [4]
- Galinhas = Jogo pueril em que fingem ser galinhas [3]
- Galinhas de Nossa Senhora = Andorinhas [14]
- Galinheiro = Bancada em anfiteatro nas aulas da Universidade de Coimbra [6]
- Galinheiro = Cachaço = Pescoço [4]
- Galinheiro = Cadafalso = Patíbulo = Prisão [1]
- Galinheiro = Lugares inferiores, no alto do teatro [1]
- Galinheiros = Designação atribuída aos habitantes da freguesia de Santo António do Concelho do Funchal [12]
- Galinho = Gomo de laranja (Beira) [5]
- Ir ao galinheiro = Dar pancadas = Bater [4]
- Matar a galinha dos ovos de ouro = Destruir fonte regular de pequena riqueza, por ganância em ter tudo de uma única vez [10]
- Pés-de-galinha = As rugas que se formam nos olhos como primeiros sinais de velhice [8]
- Quando as galinhas tiverem dentes = Nunca [4]
- Ter miolos de galinha = Ser pessoa pouco inteligente [10]
GALO
- Cantar de galo = Assumir atitudes arrogantes por ocupar posição privilegiada [10]
- Debaixo da pata = Sob o completo domínio de alguém [10]
- Ficar para galo de S. Roque = Referência a mulher que não se casa [10]
- Galinho = Galego (Trás-os-Montes) [11]
- Galipão = Automóvel velho ou de modelo antiquado = Bate-latas = Chocolateira [11]
- Galiparlas = Aquele que tem a mania de falar francês [11]
- Galispo = Burro ou cavalo que tem um só testículo [4]
- Galispo = Pequeno galo [4]
- Galizo = Ovo (Minde) [11]
- Galo = Elevação na testa ou na cabeça produzida por pancada [4]
- Galo = Gomo de laranja (Beira) [5]
- Galo = Indivíduo que não dá gorjeta ao barbeiro e ao engraxador [6]
- Galo = Termo que exprime indiferentemente azar ou sorte [8]
- Galo = Variedade de ameixa alentejana [4]
- Galo de rinha = Galo de combate = Pessoa conflituosa = Pessoa brigona [10]
- Galo doido = Homem volúvel [6]
- Galo doido = Tresloucado = Cabeça no ar [1]
- Memória de galo = Fraca memória [10]
- Missa do galo = Primeira missa do Natal, celebrada à meia-noite de 24 de Dezembro [10]
- Outro galo cantaria = Expressão usada para sublinhar que tendo-se verificado determinado facto, os resultados teriam sido muito diferentes [10]
- Salgar o galo = Matar o bicho = Tomar bebida alcoólica pela primeira vez no dia [10]
GANSO/GANSA
- Gansa = Amásia = Barregã = Prostituta [11]
- Gansa = Mulher leviana [12]
- Gansar = Furtar com subtileza [2]
- Ganso = Alcunha que se dá aos alunos da Casa Pia de Lisboa [11]
- Ganso = Antiga moeda chamada pinto [1]
- Ganso = Comboio [11]
- Ganso = Cruzado novo [4]
- Ganso = Homem de elevada estatura [1]
- Ganso = Parte externa e posterior da coxa do boi [4]
- Ganso patrolho = Mau estudante [6]
- Passar de pato a ganso = Piorar de situação = Descer de categoria [10]
- Passo de ganso = Modo militar de marchar, sem dobrar a perna [10]
OVOS
- A pisar ovos = Muito lentamente = Cautelosamente [10]
- Cacarejar e não pôr ovo = Referência a pessoa que promete muito, mas nada cumpre [10]
- Cheio como um ovo = Coisa cheia [3]
- Contar com o ovo no cu da galinha = Ter como certo aquilo que ainda não é realidade [10]
- Expor um assunto desde o ovo = Expor um assunto desde o princípio [4]
- Fazer ovo = Fazer mistério em torno de alguma coisa [10]
- No fritar dos ovos = No momento decisivo [10]
- Ovada = Multidão de ovos [14]
- Ovada = Sova = Tareia = Pancadaria [11]
- Ovante = Alegre = Contente = Soberbo [11]
- Oveiro = Vadio [6]
- Ovo = Haxixe moldado com a forma de ovo, com cerca de 540 g de peso [9]
- Ovo de Colombo = Coisa fácil com aparência de difícil [11]
- Ovo de duas gemas = Maravilha = Coisa excelente [1]
- Ovo estrelado = Placa circular amarela com indicação do limite de velocidade, que se usava nos veículos automóveis conduzidos por indivíduos encartados há menos de um ano [8]
- Ovo goro = Ovo não galado ou ao qual não chegou o calor da galinha quando chocou [3]
- Ovo goro = Ovo que não foi fecundado [13]
- Ovos = Testículos [9]
- Ovos de ouro = Fartura = Riqueza [7]
- Ovos moles = Doce feito de gemas de ovos e açúcar, especialidade da região de Aveiro (Aveiro) [11]
- Pisar ovos = Proceder com extrema cautela por ser delicada a situação [10]
- Sair do ovo = Começar uma pessoa a manifestar a sua personalidade [10]
- Um ovo por um real = Coisa muito barata = Pechincha [10]
PATO/PATA
- Andar à pata = Andar a pé [4]
- Cair que nem um pato = Deixar-se iludir [10]
- Meter a pata = Fazer alguma coisa inconveniente [10]
- Os patinhos = Número 22 no jogo do Loto [12]
- Pagar o pato = Ser a vítima = Pagar as consequências [6]
- Passar de pato a ganso = Piorar de situação = Descer de categoria [10]
- Pata = Cinematógrafo (Porto) [6]
- Pata = Jogo de rapazes [14]
- Pata = Pé grande [4]
- Pata que pôs = Dito que substitui um insulto que ofende a mãe de alguém [6]
- Pata-choca = Mulher desajeitada [6]
- Pata-choca = Mulher gorda e baixa [1]
- Pata-choca = Sacristão = Menino de coro [1]
- Pata-choca = Trôpego = Velho [6]
- Patada = Asneira = Tolice = Parvoíce [1]
- Patada = Dito ou acção que ofende alguém [8]
- Pata-galhana = Coxo [14]
- Pata-galharda = Jogo de rapazes, no qual o jogador deve bater com o pau noutro que esta erguido no chão e, levantando-o com a pancada, bater-lhe no ar e em certas direcções [4]
- Patão = Tolo = Asno [3]
- Patareco = Feijão verde [1]
- Patareco = Imbecil = Ignorante [8]
- Pataroco = Imbecil = Ignorante [1]
- Pata-toada = Palmatoada [4]
- Pateca = Melancia [1]
- Pateiro = Gafanhoto (Minde) [6]
- Pateiro = Indolente = Vagaroso [1]
- Patela = Burla [6]
- Patinhar = Bulir na água a modo de pato [3]
- Patinhar no jogo das cartas = Jogar mal [3]
- Patinho = Indivíduo néscio, que se deixa explorar [11]
- Patinho = Patamar de uma escada (Baixo Alentejo) [11]
- Patinho no jogo das cartas = Aquele que joga mal [3]
- Pato = Homem que gosta de pagar tudo que as mulheres desejam = Gastador [1]
- Pato = Jogador inexperiente e fácil de enganar [6]
- Pato = Jogo de rapazes [14]
- Pato = Palerma = Pateta = Parvo [11]
- Pato = Pessoa crédula que se deixa enganar = Trouxa [5]
- Pato mudo = Indivíduo que fala muito pouco = Aluno que não sabe a lição [11]
- Pato-bravo = Construtor civil improvisado [11]
- Pato-bravo = provinciano [7]
- Patocho = Idiota = Parvo = Patego [11]
- Patoilar = Patear = Vaiar [11]
- Patoilo = Indivíduo forte, pesado (Beira) [11]
- Patola = Bota mal feita [1]
- Patola = Pé demasiado Grande [1]
- Patola = Tolo [3]
- Patolho = Patego [11]
- Pato-moleque = Tolo = Pateta [14]
- Pato-mudo = Deputado que não faz uso da palavra [5]
- Patonha = Pé muito grande [5]
- Patonilha = Trapalhão [11]
- Patorra = Mão ou pé grande [11]
PERU/PERUA
- Apanhar uma perua = Embriagar-se [10]
- Comer galinha e arrotar peru = Alardear riqueza, poder ou importância que não se tem [10]
- Comer peru = Referência a senhora, que nos bailes, não é convidada para dançar [10]
- Não enjeitar peru por carregado = Referência a pessoa que não evita riscos [10]
- Patudo = Homem de pés grandes [14]
- Peru = Homem que explora mulheres do teatro [1]
- Peru = Indivíduo que dá boa gorgeta ao engraxador [6]
- Peru velho = Ápodo que se grita aos perus para estes responderem “glu-glu” [11]
- Peru velho = Conquistador velho [11]
- Perua = Embriaguês = Bebedeira [1]
- Perua = Loja de tecidos [8]
- Perua = Meretriz [11]
- Perua = Mulher rica, vaidosa e espampanante [11]
- Pírua = Perua [14]
- Pirum = Peru [14]
PINTO
- Estar como um pinto = Estar muito molhado pela chuva [6]
- Fazer pinto = Fazer pequenos furtos [10]
- Pintão = Indivíduo com manias = Convencido = Cagão [9]
- Pintinho = Cabelo da púbis (Madeira) [11]
- Pinto = Criança [11]
- Pinto = Cruzado novo [11]
- Pinto calçudo = Pessoa que usa as calças muito curtas [2]
- Pinto calçudo = Pessoa que usa calças muito compridas [10]
- Pinto calçudo = Pessoa que veste de modo desajeitado, com as calças curtas ou compridas [7]
- Pinto de balseira = Filho ilegítimo (Turquel) [5]
- Pinto saído da casca = Criança a ter opinião de adulto [7]
- Ser pinto = Ser uma coisa insignificante [10]

BIBLIOGRAFIA
[1] - BESSA, Alberto. A Gíria Portugueza. Gomes de Carvalho-Editor. Lisboa, 1901.
[2] – BÍVAR, Artur. Dicionário Geral e Analógico da Língua Portuguesa. 1948.
[3] - BLUTEAU, Raphael. Vocabulario Portuguez & Latino (10 vol.). Coimbra, 1712-1728.
[4] - FIGUEIREDO, Cândido de. Novo Dicionário da Língua Portuguesa. 1913.
[5] - FIGUEIREDO, Cândido de. Novo Dicionário de Língua Portuguesa. (2 vol.). Editora Portugal-Brasil Limitada, 1922.
[3] – LAPA. Albino. Dicionário de Calão. Edição do Autor. Lisboa, 1959.
[7] – NEVES, Orlando. Dicionário de Expressões Correntes. Editorial Notícias, Lisboa, 1998.
[8] – NOBRE, Eduardo. Dicionário de Calão. Publicações Dom Quixote. Lisboa, 1986.
[9] – PRAÇA, Afonso. Novo Dicionário de Calão. Editorial Notícias. Lisboa, 2001.
[10] – SANTOS, António Nogueira. Novos dicionários de expressões idiomáticas. Edições João Sá da Costa. Lisboa, 1990.
[11] – SIMÕES, Guilherme Augusto. Dicionário de Expressões Populares Portuguesas. Publicações Dom Quixote. Lisboa, 1993.
[12] – SOUSA. Luís de. Dizeres da Ilha da Madeira. Palavras e Locuções. Edição do autor. Funchal, 1950.
[13] - TAVARES DA SILVA, D. A. Esboço Dum Vocabulário Agrícola Regional. Separata dos Anais do Instituto Superior de Agronomia, Vol. XI. Lisboa, 1942.
[14] – THOMAZ PIRES, A. Vocabulário alemtejano. Editor – António José Torres de Carvalho. Elvas, 1913.