sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Fuga de Peniche

VER (1ª metade do Século XVIII). Painel de azulejos (142 cm x 142 cm) representando
dama com espelho e telescópio. Colecção Berardo.

Homenagem
Passam hoje 54 anos sobre a famosa fuga do Forte de Peniche, uma das prisões de mais alta segurança do Estado Novo, protagonizada a 3 de Janeiro de 1960 por Álvaro Cunhal, Carlos Costa, Francisco Martins Rodrigues, Francisco Miguel, Guilherme Carvalho, Jaime Serra, Joaquim Gomes, José Carlos, Pedro Soares e Rogério de Carvalho. Esta fuga, uma das mais espectaculares evasões de toda a história do fascismo, marca o início do exílio de Álvaro Cunhal até ao 25 de Abril. No encerramento das Comemorações do Centenário de Álvaro Cunhal (1913-2013), político e Homem de Cultura, repesquei um texto meu, editado no Facebook, a 29 de Outubro de 2012. É a minha singela homenagem aqueles que com coragem e firmeza souberam dizer não à besta fascista. Como diz Manuel Alegre, na Trova do Vento que passa:

Mesmo na noite mais triste
em tempo de servidão
há sempre alguém que resiste
há sempre alguém que diz não.

Um Homem nunca se rende
Fuzilando o cristalino espelho que reflecte majestaticamente a sua presunçosa figura, a dama oitocentista com as mamas empinadas por cingido colete e arrastando pelo chão o frou-frou das sedas daquele vestido à Maria Antonieta, interroga o espelho como se fosse um qualquer inspector Casaca da António Maria Cardoso:
- Espelho meu! Espelho meu! Haverá alguém mais belo do que eu?
Para desespero da dama, o espelho não responde. Era essa a postura dos heróicos resistentes que nos negros tempos da outra Senhora, se recusavam a responder quando torturados. Por mim, ainda hoje digo:
- Um Homem nunca se rende. Mesmo de fato e gravata.


4 comentários:

  1. Caro Hernâni

    Como você tem razão! Um homem nunca se rende!! Por isso muitos foram mortos ao atravessarem ESSA BESTA COMUNISTA que era o Muro de Berlim, construído para defender as ideias de apenas uns, e agrilhoar, violentar, torturar e matar as ideias de outros!!
    DITADURAS NUNCA MAIS, NUNCA!!
    Chegou-nos as que tivemos e infelizmente ainda temos, loucuras de BESTAS HUMANAS!! Viva a liberdade de podermos pensar diferente! viva a liberdade de podermos falar diferente!
    Abaixo os oliveiras, os stalines, os fideis, mussulinis, francos, chinocas e muitos outros ditadores de esquerda e direita .............. toda essa gente que não pode merecer o meu respeito, como REPUBLICANO, LAICO E DEMOCRATA, mesmo que desiludido com os políticos de hoje, mas prefiro viver desiludido do que em opressão, perseguido, violentado, torturado por qualquer ditadorzito julgador da detenção da verdade única. Não preciso que pensem por mim e muito menos que falem por mim.
    DITADURAS COMUNAS, FASCISTAS, TROTSKISTAS NUNCA MAIS! LIBERDADE DE PENSAR E DIZER O QUE QUERO, SEMPRE!
    Receba um abraço deste amigo
    Pedro

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro:
      Obrigado pelo seu comentário.
      Um abraço para si, também.

      Eliminar
  2. 25 DE ABRIL SEMPRE! FASCISMO NUNCA MAIS!VIVA A LIBERDADE!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado pelo seu comentário, com o qual estou inteiramente de acordo.
      Os meus cumprimentos.

      Eliminar