domingo, 24 de março de 2013

Dia de São Nunca à Tarde



Mil coisas se podem fazer num dia de chuva: sacudir as pingas com uns pinotes, consolar o corpo com amor ou confortar a barriga com um petisco.
É da máxima espiritualidade aquecer a alma com um poema ou mergulhar bem fundo no baú das memórias.
O que está absolutamente interdito num dia de chuva bem como noutro dia qualquer, é arrumar papéis e livros, que se fizeram mesmo para estar desarrumados. Isso é tarefa para as calendas gregas, a realizar exactamente no Dia de São Nunca à Tarde.
Pim! É mesmo assim!