quinta-feira, 5 de março de 2015

Bonecos de Estremoz em alta

 Primavera.
Oficinas de Estremoz (séc. XIX).
Colecção particular. 

Bonecos de Estremoz: Etnografia e Arte
Este o título do livro a ser lançado hoje, dia 5 de Março, pelas 18 horas, na Sala de Convívio da Sociedade de Geografia de Lisboa, na Rua das Portas de Santo Antão, 100. O livro é da autoria do Mestre José Fernando Reis de Oliveira e a apresentação será feita pelo Professor João Pereira Neto.
Darei mais informação sobre a obra quando tiver um exemplar na minha posse.
Bonecos de Estremoz em selos
O website dos Correios de Portugal informa que o plano de emissões filatélicas de 2015 contempla a emissão “BONECOS DE BARRO TRADICIONAIS”, que inclui um selo cujo motivo é um boneco de Estremoz. Apesar dos esforços desenvolvidos não consegui até ao momento reunir mais elementos sobre o assunto: data da emissão, taxas e motivos dos selos, designer dos mesmos e locais onde serão apostos carimbos de 1º dia. Informarei o leitor quando obtiver resposta a estas questões.
A candidatura a Património Cultural Imaterial da Humanidade.
A “Produção de Figurado em Barro de Estremoz” está em fase de consulta pública desde o passado dia 25 de Fevereiro e terá a duração de 30 dias. A iniciativa é da Direcção Geral do Património Cultural e visa a sua ulterior inscrição no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial.
A consulta de todos os elementos constantes do processo de inventariação pode ser efectuada através do website MatrizPCI (http://www.matrizpci.dgpc.pt/ ).
A apresentação de observações poderá ser efectuada através daquele endereço web ou endereçada por correio registado, à Direcção Geral do Património Cultural, Palácio Nacional da Ajuda, 1349-021 Lisboa.
Finda a consulta pública, no prazo de 120 dias aquela entidade decidirá sobre o pedido do Município de Estremoz no sentido de o figurado local ser incluído no Inventário Nacional do Património Cultural Imaterial. Trata-se de um marco importante e indispensável à Candidatura dos Bonecos de Estremoz a Património Cultural Imaterial da Humanidade.


Senhora de pézinhos.
Oficinas de Estremoz (séc. XIX).
Colecção particular.

Pastor a comer.
Oficinas de Estremoz (séc. XIX).
Colecção particular. 

Sargento a cavalo (assobio).
Oficinas de Estremoz (séc. XIX).
Colecção particular.